Header Ads

Após apelo, baiana diagnosticada com cirrose é transferida para Salvador

Daiane Maria de Oliveira, 28 anos, diagnosticada com cirrose hepática, chegou ao hospital Irmã Dulce, no Largo de Roma, em Salvador, na manhã desta sexta-feira, 29. Ela vai passar por uma outra avaliação médica na unidade, agora com um hepatologista - especialista em doenças do fígado.



A mulher estava internada no Hospital Regional de Guanambi (a 769 km da capital baiana) para adiantar a realização de exames. De acordo com a administradora do hospital em Guanambi, enquanto esteve internada na unidade, ela passou por procedimentos como tomografia, ultrassom e exames laboratoriais.



Drama familiar


Segundo a prefeitura de Igaporã, Daiane é acompanhada pelos médicos do município desde 2007, através do Programa Saúde da Família (PSF), do governo federal, que auxilia de perto famílias carentes com graves problemas de saúde. Os sete familiares que moram com Daiane também sofrem com alcoolismo, informou a prefeitura.


Ainda de acordo com município, diversas pessoas se sensibilizaram com a história da mulher e ofereceram ajuda. Há pessoas prontificadas a ajudar em Salvador, Brasília, Lauro de Freitas, entre outras cidades. Os auxílios vão desde ajuda financeira até acompanhamento médico, inclusive para o resto da família.



Repercussão


O caso ganhou uma grande proporção nos últimos dias, quando um vídeo onde mostrava Daiane com uma barriga imensa afirmando para a câmera que não sabia o que tinha, comoveu a todos. Pouco depois, o endocrinologista Ivson Petronilio da Cunha, que estava a frente do caso, informou ao Porta A TARDE que a mulher já tinha sido diagnosticada há um ano, por outra equipe médica, que ela sofria de cirrose hepática, de origem alcoólica.


Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.