Header Ads

Jovem morto em Miguel Calmon foi sequestrado em Jacobina; era acusado de homicídio em Irecê

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) confirmou como sendo de Aldair de Barros Santos, 20 anos, o corpo encontrado por volta das 11h30 desta quarta-feira (8) na estrada da Faísca, zona rural de Miguel Calmon. Aldair foi sequestrado por volta das 18h30 da última segunda-feira, 06/11, por elementos armados que o surpreenderam em sua casa, no bairro Jacobina IV. Na ocasião, a polícia foi acionada mas informações desencontradas atrapalharam o trabalho de investigação.



Durante a tarde desta quarta, em contato com o pai da vítima, seu Adilson , nossa redação foi informada que Aldair era natural de Irecê e tinha se mudado para Jacobina há cerca de 3 meses, fixando residência no bairro Jacobina IV, e trabalhava atualmente vendendo pães de bicicleta pelos bairros da cidade. Seu Adilson disse também que, assim que Aldair desapareceu, ele veio a Jacobina em busca do filho, mas haviam poucas informações sobre o caso e ele não teve como fazer nada. Quando retornada para Irecê, ele foi informado sobre o corpo encontrado em Miguel Calmon quando passava pela cidade de Morro do Chapéu. Ele, então, retornou a Jacobina novamente onde fez o reconhecimento do corpo do filho.



PASSAGENS PELA POLÍCIA

O pai de Aldair disse também que seu filho tinha passagens pela delegacia de Irecê por tentativa de homicídio e homicídio há cerca de três anos, e esteve preso por seis meses em Irecê e assim que saiu da prisão decidiu mudar de cidade. "Sempre dei conselho a ele pra não mexer com coisa errada mas infelizmente aconteceu o pior", disse seu Adilson.


A polícia investiga a motivação e a autoria do homicídio, e se o caso tem ligação com sua vida pregressa. O corpo de Aldair foi liberado do DPT de Jacobina por volta das 16h30 e seguiu para a cidade de Irecê, onde deve ser sepultado ainda nesta quarta. Ele deixa esposa e um filho pequeno.


Fonte: Bahia Acontece

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.