Header Ads

Gilberto Carvalho defende cordão humano para evitar prisão de Lula


O ex-assessor especial da presidência Gilberto Carvalho, um dos mais próximos e antigos colaboradores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, defendeu ao Estado que a militância lulista faça um cordão humano em torno do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, e impeça o cumprimento da ordem de prisão contra o ex-presidente.

"É para resistir, claro. Quero que o povo faça um cordão humano para impedir a prisão.  É o que nos resta fazer", disse Carvalho. Questionado se isso não poderia piorar a situação de Lula, Carvalho respondeu: "piorar o quê"?


Lula se reúne na tarde desta sexta-feira, 6, com advogados e dirigentes partidários em uma sala reservada no segundo andar do sindicato para decidir sobre o cumprimento da ordem de prisão expedida pelo juiz Sérgio Moro. Dessa reunião sairá uma posição definitiva. Segundo um diretor do Instituto Lula, não há mais tempo hábil para o ex-presidente se entregar em Curitiba.

Resistência?

Um dirigente sindical que esteve com o ex-presidente afirmou no início da tarde desta sexta-feira que Lula vai aguardar no Sindicato a chegada da PF. Não haverá resistência à prisão. Lula também manifestou preocupação com a segurança dos apoiadores que vieram a São Bernardo.

Pouco mais de 40 minutos depois, no entanto, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, voltou a garantir que a militância não vai aceitar a prisão de Lula. "Se tiver de levar o Lula, vai ter de levar todo mundo, porque vamos resistir", afirmou.

Estadão Conteúdo

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.