Header Ads

Mulher mata o próprio bebê e esconde o corpo em guarda-volumes


Uma japonesa que deu à luz em um café de Tóquio matou o próprio bebê e escondeu o corpo em um guarda-volumes público foi presa neste sábado, informou a polícia japonesa. O corpo em decomposição do recém-nascido foi achado pela polícia em função do mau cheiro, na última terça-feira. A mãe admitiu ter estrangulado o bebê.

A mãe, Mao Togawa, de 25 anos, foi localizada graças às câmeras de segurança, que a filmaram várias vezes colocando moedas no guarda-volumes para que continuasse fechado. A mulher explicou que matou o bebê, uma menina, porque ela chorava muito e colocou o corpo em uma mala para deixá-lo no guarda-volumes.

Segundo a polícia, Mao deu à luz no fim de janeiro, num quarto privado de um cyber café. Ela disse que quando o bebê nasceu, ficou com medo de alguém descobrir a criança após ela chorar, então ela estrangulou a filha com uma toalha.

Ainda de acordo com a polícia, Mao vem alugando o guarda-volumes onde estava o corpo continuamente desde então e que imagens de câmeras de segurança mostraram ela colocando moedas no armário regularmente. Mao disse à polícia que tem vivido em diferentes cyber cafés há cerca de um ano.

Fonte: Agência O Globo

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.