Header Ads

Bolsonaro quer condecoração a policial ou 'cidadão de bem' que reagir a assalto


Jair Bolsonaro esteve na sexta-feira (24) em São José do Rio Preto para participar de um comício. No evento, o candidato à Presidência prometeu oferecer "retaguarda jurídica" e condecoração aos brasileiros que reagiram às tentativas de assato e de homicídio. A declaração de Bolsonaro aconteceu após seu posicionamento a favor da liberação do porte de armas. O candidato também já afirmou que os filhos manuseiam pistolas desde os cinco anos.

''Vamos buscar retaguarda jurídica não só para os nossos policiais civis e militares, mas para o cidadão de bem também poder reagir à tentativa de alguém surrupiar seu patrimônio ou atentar contra sua vida'', disse Bolsonaro.

''Ele poderá reagir e não será processado. Muito pelo contrário. Será condecorado por essa ação de bravura", defendeu o candidato.

Segundo destaca o colunista Josias de Souza, do UOL, os ideias defendidos por Bolsonaro são contrários aos manuais de segurança [no Brasil], que aconselham as vítimas de assalto a não reagir.

Além disso, Bolsonaro também prometeu ''proteger o trabalhador rural das invasões do MST''. ''A invasão de propriedade, rural ou urbana, tem que ser repelida com o uso da força'', ressaltou.

Com informações do Notícias ao Minuto

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.