Header Ads

Reitoria da Uneb emite nota sobre caso de professor acusado de crimes sexuais em Jacobina


A Reitoria da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) emitiu uma nota sobre o caso de crimes sexuais que envolve um professor de Direito do Campus IV em Jacobina. O professor Thiago de Oliveira Moreira é acusado pelo Ministério Publico do Estado da Bahia (MPE-BA) de praticar crimes sexuais e lesões corporais contra alunas da instituição. Segundo o MP, mais de dez alunas foram vítimas do professor. Conforme a nota, a universidade está "adotando todas as medidas legais cabíveis" para a apuração dos fatos.

O professor, que também lecionava nos municípios de Irecê e Itaberaba, teve a prisão preventiva decretada e foi afastado de suas funções desde o dia 11, por determinação da Justiça Criminal de Jacobina. Ele se entregou espontaneamente à polícia em Camaçari, na região Metropolitana de Salvador (RMS), no sábado (13), e está à disposição da Justiça.

Confira a nota

Diante das denúncias de assédio sexual, envolvendo um docente e estudantes do Campus de Jacobina, a Reitoria da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) informa que está adotando todas as medidas legais cabíveis no âmbito da instituição, em atendimento aos trâmites previstos para a apuração de casos dessa natureza.

Além disso, no dia de hoje, foram deslocados para o Campus o Vice-reitor, a Pró-reitora de Ensino de Graduação e a Coordenadora do Sistema de Atenção à Saúde da UNEB para o devido acompanhamento do caso. 

Reitoria Universidade do Estado da Bahia

Fonte: Jacobina Notícias | Foto: Robson Guedes

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.