Header Ads

'Me ligaram para parabenizar', diz presidente do Jacobina após fake news sobre Red Bull


Uma notícia falsa, ou fake news, foi divulgada nesta quarta-feira (25) nas redes sociais envolvendo o Jacobina Esporte Clube. A informação, disseminada em grupos de WhatsApp, dizia que a empresa Red Bull Brasil assumiria o controle administrativo do clube com investimento de R$ 45 milhões. Muitas pessoas chegaram a telefonar para o presidente do Jacobina, Rafael Damasceno, parabenizando pela 'excelente parceria do clube' com a multinacional Red Bull. Entretanto, Damasceno negou tal investimento e disse, em entrevista ao Jacobina Notícias, que se tratava de uma fake news que já havia sido utilizada com nomes de outros clubes.

"Quinta-feira passada chegou em minhas mãos esse texto, que já tinham feito com a Jacuipense, com o Treze da Paraíba, soube hoje que com o Fluminense de Feira. Aí, eu estava em um grupo, foi quando postaram sobre o Fluminense de Feira e eu falei 'não, é fake', aí eu mostrei o do Jacobina. Só que no intervalo que eu postei até explicar, repercutiu rápido, e eu tive que desmentir. Mas aí me ligaram e, enquanto eu ia escrever, dois ou três minutos depois, quando voltei muita gente me mandando mensagem, parabenizando, eu falei 'não gente, é fake', eu estava justamente mostrando que era fake", contou Damasceno ao Jacobina Notícias.

Rafael Damasceno, presidente do Jacobina Esporte Clube, ficou surpreso com divulgação de fake news - Foto: Robson Guedes / Jacobina Notícias

O presidente do Jegue da Chapada disse ainda que, caso fosse verdade, seria algo sensacional e que torce que o clube consiga firmar uma grande parceria em breve. "Mas quem sabe, vamos chamar por Deus, quem sabe surja uma parceria dessa, uma grande empresa dessa assuma o Jegue. Tô na esperança do nosso parceiro Dular fazer um grande trabalho, com fé em Deus, precisamos de uma empresa grande para fazer o Jacobina crescer. Algo que venha para melhorar e crescer nosso time, a gente precisa disso, é bom para nossa cidade, pro nosso clube. Eu sei que, eu e muitas pessoas têm divergências de ideias, de pensamentos, mas, no fundo, todo mundo quer uma coisa só, que é ver o Jacobina bem, ver a cidade bem, o clube bem. No fundo, é o mesmo objetivo", concluiu o presidente.

Leia abaixo a fake news

Agora é oficial. O Jacobina E.C. fechou uma parceria com o Red Bull Brasil, que assume o comando do futebol do clube a partir do baianão 2020. As duas partes oficializaram o acordo na tarde desta quarta-feira, 25, e até foram recedidos às portas fechadas em Salvador pelo chefe de gabinete do governador Dr Cícero Monteiro. O investimento é da ordem de R$ 45 milhões.

Em um primeiro momento, toda a parte administrativa e de futebol do clube ficará à cargo do Red Bull Brasil, que aos poucos vai assumir o comando geral do clube. O presidente ainda será Rafael Damasceno. Existirá um prazo de "ajustamento e transição", pelo qual o controle geral será todo do Red Bull Brasil num prazo estimado de três a cinco anos.

Ainda segundo interlocutores das negociações que assumirá o Jegue da Chapada, parte dos investimentos irão para a construção do CT Rancho do Jegue e do Estádio José Rocha, que ganhará três novas arquibancadas com setores de camarote, cadeiras enumeradas, campo em grama sintética além de novos vestiários e cabines de impresa. 

Esta foi a forma mais rápida do grupo austríaco para chegar à mais um clube do futebol brasileiro. A empresa já tem clubes na Áustria (Red Bull Salzburg), na Alemanha (RB Leipzig) e nos Estados Unidos (Nova York Red Bulls). No Brasil, o clube foi fundado em 17 de novembro de 2007 e em 2019 fez parceria com o Bragantino que disputa a Série B do brasileiro.

Por Robson Guedes / Jacobina Notícias