Fisioterapeuta é acusado de mandar assassinar amante em Lapão


Rafaela Gomes de Souza, 27 anos, que estava desaparecida há seis dias da comunidade de Vila Castro, em Lapão, na região de Irecê, foi assassinada e teve o corpo enterrado no município de Presidente Dutra. A mãe dela contou que a jovem desapareceu após receber uma ligação, na noite do dia 21.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito de ser o mandante do crime é um fisioterapeuta identificado como Alfredo Victor Oliveira Mattos (centro da imagem), que trabalha no hospital de Lapão. Alfredo e Rafaela mantinham uma relação extraconjugal, conforme apurou a polícia, e ela estava grávida dele. Ainda segundo a polícia, o fisioterapeuta, que é casado, teria contratado o porteiro do hospital de Lapão, identificado como Erito Dias, o Rato (à direita da imagem), para assassinar Rafaela e esconder o corpo.

Alfredo teria confessado o crime à Polícia Civil durante um interrogatório na noite desta terça-feira (26).  Ele chegou a dizer à polícia que Rafaela havia sido sequestrada, porém, após ser confrontado pelas evidências, confessou ser o mandante do crime e apontou Erito como autor. Os investigadores acreditam que o fisioterapeuta teve participação direta no crime, atraindo a vítima para seu algoz.

A prisão preventiva de Alfredo deve ser decretada a qualquer momento. O Jacobina Notícias apurou que, peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Irecê se deslocaram para o município de Presidente Dutra, onde tentam localizar o corpo de Rafaela. O clima na região é de muita revolta e comoção.

Fonte: Jacobina Notícias