Guarda Municipal de Jacobina emite nota sobre prisões por desacato em Caatinga do Moura


A Guarda Civil Municipal (GCM) de Jacobina emitiu nota nesta segunda-feira (30) em que esclarece as duas prisões que acabaram originando tumulto na noite de ontem, no distrito de Caratinga do Moura, município de Jacobina.

Um vídeo que circula no aplicativo de mensagens WhatsApp mostra uma confusão generalizada, envolvendo um grupo de pessoas e guardas municipais. Os casos de desacato aconteceram em uma boate no distrito, após uma abordagem da Polícia Militar, conforme informou a nota da Guarda Municipal. Os GCMs interviram em apoio ao PM, conduziram dois homens e agiram para controlar o tumulto gerado pelo grupo que estava com os dois acusados. Um dos homens tentou agredir um guarda municipal com socos, enquanto que o servidor se defendia com um bastão.

Nas redes sociais, muitas pessoas saíram em defesa dos guardas municipais, que desenvolvem ações de segurança pública relevantes em todo o município. A Guarda Municipal foi fundada em Jacobina há 52 anos, e atua na sede e interior do município para garantir a segurança da população. Confira abaixo a nota divulgada pela GCM:

Nota de esclarecimento

A Guarda Municipal de Jacobina-BA através do seu Comandante vêm a público, diante da circulação de um vídeo no aplicativo WhatsApp em que aparece imagens de guardas municipais em meio a uma confusão generalizada no último dia 29 de dezembro no Distrito de Caatinga neste município, esclarecer que após apuração preliminares feito por este Comando de guardas municipais pôde-se averiguar que no dia supracitado após rondas preventivas e de rotinas promovidas pela Guarda Municipal e Polícia Militar fez-se necessário a busca pessoal em pessoas que se encontravam em uma Boate do local.

Durante as abordagens, um dos frequentantes da casa noturna desacatou um policial militar e recebeu voz de prisão. Neste momento algumas pessoas tentaram tomar o suspeito das mãos dos policiais e a guarnição na Guarda Municipal teve que intervir em apoio aos policiais que estavam no exercício de suas funções e acabaram detendo outra pessoa que se encontrava no local.

Diante da situação fora do controle, a guarnição da PM teve que pedir reforços para conter a situação.

A Guarda Municipal de Jacobina sempre primou pelo respeito à população e atua incansavelmente para a resolução pacifica dos conflitos, no entanto, não se pode confundir o direto de cidadão com desrespeito aos profissionais de Segurança Pública. 

Não compactuando com desvios de conduta promovidos por quaisquer membros da Corporação e caso fique comprovada no final das apurações o uso da força que vá de encontro aos manuais da Guarda Municipal, tomaremos as ações necessárias para sanar o problema assim como usaremos as imagens do ocorrido para, se for o caso, acionar judicialmente os demais envolvidos e os desacatos promovidos.

Por Robson Guedes / Jacobina Notícias