Agentes de trânsito flagram motoristas de trios alcoolizados em Salvador


Agentes de trânsito que atuam na blitz da Lei Seca da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) flagraram um motorista de trio elétrico dirigindo sob efeito de álcool na madrugada desta terça-feira (25). Após perceberem que o trio circulava em velocidade incompatível com a via, no Vale dos Barris, os agentes abordaram o condutor para que ele fizesse o teste do bafômetro que constatou que ele estava com o nível de álcool no sangue acima do permitido. 

Como a dosagem detectada foi de 0,27 mg/L, o caso não foi configurado como crime, mas o motorista foi notificado e multado de acordo com o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). dirigir sob efeito de álcool é uma infração gravíssima e o condutor está sujeito à perda de sete pontos na CNH e multa de R$ 2.934,70.  

Neste caso, o motorista infrator apresentou um condutor habilitado, que também passou pelo teste de alcoolemia e foi liberado para assumir a condução do trio. 

“Nossos agentes estão atentos a toda e qualquer atitude que possa colocar em risco o cidadão. Neste Carnaval, estão atuando diariamente, abordando condutores sejam de trios elétricos, veículos ou motos, profissionais ou não, com o intuito de reforçar a segurança viária”, ressalta Fabrizzio Müller, superintendente do órgão. 

Outro flagrante

Um segundo condutor de trio, dessa vez um trio ecológico, também foi pego no flagra alcoolizado. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) o abordou na noite dessa segunda (24) no Circuito Dodô (Barra-Ondina). O homem, identificado como Edilson Caetano de Oliveira, de 42 anos, foi retirado do desfile e encaminhado à delegacia. 

O órgão destaca que realiza o teste do bafômetro em motoristas de trios e carros de apoio nas entradas e saídas dos circuitos Dodô e Osmar. "Este ano, nós reforçamos a fiscalização para coibir situações como essa, em que o condutor do trio, numa demonstração de total irresponsabilidade, estava alcoolizado, colocando em risco os músicos e foliões", declarou o coordenador da Operação Lei Seca do Detran-BA, Márcio Santos.