Homem mais velho do mundo morre aos 112 anos no Japão

Chitetsu Watanabe dizia que manter um sorriso no rosto é segredo de longevidade

Chitetsu Watanabe, um japonês considerado o homem mais velho do mundo, faleceu aos 112 anos, anunciaram as autoridades nipônicas nesta terça-feira (25/2). 

Watanabe, que nasceu em 5 de março de 1907 em Niigata, ao norte de Tóquio, faleceu no domingo (23/2) na residência em que morava, situada no mesmo município. Há menos de duas semanas ele havia sido reconhecido pelo livro Guinness dos recordes como o homem mais velho do mundo, embora existam mulheres de mais idade no mundo.

De acordo com Watanabe, que tinha cinco filhos, o segredo de uma vida longa é "não ficar chateado e manter um sorriso no rosto". Após sua morte, o homem mais longevo do Japão agora é Issaku Tomoe, de 110 anos, de acordo com a agência Jiji Press, mas não está claro se ele também é o mais velho do mundo.

A pessoa mais idosa do planeta é uma mulher, a japonesa Kane Tanaka, que tem 117 anos. O Japão tem uma das maiores expectativas de vida do planeta.

Agência France-Presse (foto: JAPAN POOL / JIJI PRESS / AFP)