Jacobina: Legislativo vai avaliar imóveis que possam reduzir dívida do município com a Jacoprev

Objetivo é viabilizar, também, a garantia da aposentadoria, no futuro, dos mais de 2 mil funcionários do município 

A Câmara de Vereadores de Jacobina aprovou durante a sessão ordinária da última quinta-feira, 21, a criação de comissão especial para levantamento dos bens (imóveis e terrenos) da Prefeitura de Jacobina que possam ser repassados a Jacoprev para abater déficit atuarial do município.

A ação visa dar celeridade ao processo de quitação de parte do débito da alíquota suplementar que já está em R$ 7 milhões. Atualmente, o município paga uma alíquota de 22% da parte patronal, mais uma suplementação de 22%. A parte suplementar aumenta a cada ano, podendo chegar a 60% e inviabilizar o município.

“Na condição de presidente da Câmara vamos assumir o protagonismo desta negociação, levantar, por meio da comissão, os bens do município que possam ser alienados a Jacoprev. Estamos atentos e empenhados no intuito de sanar, de forma definitiva, esse débito do município junto à Caixa de Previdência”, ressalta Juliano Cruz, presidente do Legislativo Municipal.

A comissão foi formada logo após sugestão do vereador Rone do Junco, que pontuou: “Dei a ideia e o presidente da Câmara acatou. Assim, o município não precisa se endividar fazendo empréstimo, basta levantar os imóveis desativados e repassar para a Jacoprev”.