‘Não dependa do INSS, o governo não pagará sua conta’, diz Nathalia Arcuri

Youtuber dá dicas de finanças pessoais, afirma que é hora de arriscar mais e faz alerta: ‘Quem deixar as economias na poupança vai perder dinheiro’

Com a aprovação da reforma da Previdência, que apertou as regras para o trabalhador se aposentar, o brasileiro precisa começar a planejar a sua vida financeira para quando resolver deixar o mercado de trabalho. “Não dependa do INSS. O governo não vai pagar a sua conta. Ou você começa a fazer a sua reserva agora e faz o seu dinheiro trabalhar para você, ou, depois, não vai adiantar chorar”, afirmou a especialista em finanças pessoais Nathalia Arcuri, em entrevista a Alessandra Kianek, editora de VEJA, no programa Páginas Amarelas.

A youtuber, que tem mais de 4,5 milhões de inscritos em seu canal na internet, defendeu a necessidade da reforma, mas alertou: “Se já está difícil para quem é aposentado hoje, vai ficar muito pior para quem for se aposentar amanhã.” Segundo ela, para planejar uma velhice mais confortável financeiramente, o melhor que todo mundo faz é entender e aprender sobre investimentos. “Para quem quer se aposentar daqui a 10 anos, a corrida tem de ser muito maior. O esforço de trabalho para fazer mais dinheiro é muito maior. Já para quem tem tempo, o esforço é muito menor, porque tem a ação de juros sobre juros.” Por esse motivo, Nathalia defende o planejamento o quanto antes, ainda na juventude.

Ela mesma começou cedo a cuidar do próprio dinheiro para realizar um sonho. Aos 8 anos, descobriu que não ganhava mesada e que os pais não faziam uma poupança para ela, e aí resolveu começar a guardar o dinheiro do lanche, para poder comprar um carro quando fizesse 18 anos. “Objetivos claros me ajudaram a dizer não para tudo aquilo que era menos importante.”

Com a Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira no mais baixo nível da história, as pessoas precisam buscar alternativa para fazer o seu dinheiro render mais, já que aplicações mais conservadoras em renda fixa irão perder da inflação neste ano. “A pior coisa que alguém pode fazer hoje em dia é deixar o dinheiro na poupança. Quem deixar as economias na poupança em 2020 vai perder dinheiro”, afirmou Nathalia. Isso vai acontecer porque a inflação será maior do que o ganho da caderneta. A saída, segundo ela, é ir para a renda variável. “Com os juros nos níveis atuais, não tem jeito, as pessoas terão de entender mais sobre fundos imobiliários, fundos de ações, fundos multimercados e ações de empresas. E mesmo quem tem pouco dinheiro pode ganhar sim. Não estamos falando só de quem é rico.”

Portal Veja / Abril