Um homem foi preso em Teixeira de Freitas, no Extremo Sul, por suspeita de torturar a própria enteada, de três anos. Segundo a Polícia Civil, a mãe da criança acusada de participar das agressões segue detida desde abril. Durante as investigações, a polícia descobriu que o casal teria até queimado a testa da criança com água quente durante as agressões.

 

O mandado de prisão preventiva contra o padrasto foi cumprido na última terça-feira (18), no distrito de Santo Antônio, zona rural de Teixeira de Freitas. Ele foi localizado durante uma ação realizada pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) em Teixeira de Freitas.


Ainda segundo a polícia, a criança foi encaminhada para atendimento psicossocial e é assistida pelo Conselho Tutelar local


Fonte: Bahia Notícias 


Jacobina Notícias- Seu portal de informações

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem