Justiça prende dois PMs envolvidos na morte de delegado em Itabuna


Dois policiais militares suspeitos de envolvimento na morte do delegado José Carlos Mastique de Castro Filho,  em Itabuna (distante a 436,3 km de Salvador), foram presos nesta terça-feira, 30, por determinação judicial.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), os mandados das prisões são de 30 dias e têm como objetivo garantir "que não exista a possibilidade de interferência nas investigações".

Os PMs, segundo a pasta, eram lotados no 15ª Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Itabuna e vão prestar esclarecimentos sobre o ocorrido, na sede da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior.

O caso

O delegado morreu na madrugada do último domingo, 28,  em um posto de combustíveis da cidade, próximo ao Shopping Jequitibá. Ele estava com outro colega de profissão e a namorada, a quem tentou proteger de um policial militar, de prenome Cleomario, que estava de folga e embriagado. 

Os delegados foram abordados e se identificaram como policiais e, ao pegar a arma para entregar aos PMs, José Carlos foi alvejado. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital de Base de Itabuna, mas não resistiu e morreu. O outro delegado não ficou ferido. 

A Tarde