Caso Vitória: Tenente-coronel dos Bombeiros fala como foram as buscas na barragem


O tenente-coronel Tarcísio Ribeiro, comandante do 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros, sediado em Juazeiro, falou com exclusividade ao Jacobina Notícias sobre as buscas pelo corpo da jovem modelo Vitória Nascimento, 18 anos, natural de Jacobina. Vitória se afogou no sábado (9), durante um passeio de moto aquática na barragem de Ponto Novo, distante 67 quilômetros de Jacobina, e seu corpo foi encontrado na manhã desta terça-feira (12).

"A confirmação do resgate da jovem de 18 anos, o corpo emergiu naturalmente após mais de 48 horas. Populares que estavam dando apoio ao Corpo de Bombeiros, agora pela manhã, encontraram o corpo às margens da barragem [de Ponto Novo]. O que fica de consciente, foi a preocupação do Corpo de Bombeiros, apensar de termos mergulhadores nossos fazendo curso em Salvador, e nesse momento, nesse mês de novembro, nossos mergulhadores irão fazer um outro curso de mergulho, e nós estamos sem mergulhadores aqui, propriamente do quartel de Juazeiro e Senhor do Bonfim. Mas, mantemos imediatamente o contato com o quartel de Salvador, e a resposta foi simultânea. Vieram três mergulhadores do Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros, chegaram no domingo a tarde e ontem, segunda-feira, iniciaram as buscas. Não teve êxito logo num primeiro momento, e demos todo apoio. As buscas iriam se iniciar agora pela manhã, e, por sorte, algumas pessoas que estavam lá nas margens, observaram o corpo da jovem boiando e o resgataram", contou o tenente-coronel Tarcísio ao Jacobina Notícias.

O comandante disse ainda que todos da equipe se sensibilizaram com a morte da jovem Vitória. Ele destacou que, mesmo estando habituados com situações de resgate, eles são pais de família e sentem pela dor que outras pessoas têm com a perda de um ente. "É uma situação delicada para o Corpo de Bombeiros, para nós como pais de família. Além do profissionalismo que devemos ter de resgatar, a gente sente pela perca de um ente familiar, principalmente essa jovem, com um futuro brilhante pela frente, ia fazer o Enem, 18 anos, jovem, modelo, tinha um futuro promissor. E lhe é ceifada a vida por um destino infeliz, de andar em um jet ski. E, por um momento assim de inobservância de um dos equipamentos principais, que é o colete de prevenção de afogamentos, ela não estava usando", lamentou o tenente-coronel.

"É o desiderato do Corpo de Bombeiros, fazer os resgates, fazer as buscas, trabalho de paciência para dar uma dignidade de enterro. Entregar o corpo à família. Como o corpo já foi encontrado lá nas margens, o nosso pessoal do Bombeiros está lá, junto com o capitão-tenente da Marinha, agora só é uma tramitação do Departamento de Polícia Técnica e Polícia Civil. O Corpo de Bombeiros fez a parte dele, esteve presente para tentar buscar a todo momento o resgate do corpo. Muito obrigado a todos", concluiu o tenente-coronel Tarcísio Ribeiro.

Por Robson Guedes / Jacobina Notícias