Header Ads

Homem gritou "Bolsonaro" ao atirar contra acampamento do PT, diz Le Monde


Os sites de notícias da França repercutem neste domingo (29) o ataque a tiros contra os partidários do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acampados nas proximidades da sede da Polícia Federal em Curitiba (PR). Duas pessoas foram feridas no sábado (28) por um homem que teria gritado "Bolsonaro" ao abrir fogo.

"No Brasil, dois feridos a tiros contra partidários de Lula" é a manchete de uma matéria publicada no site do jornal Le Monde neste domingo. A correspondente do diário em São Paulo, Claire Gatinois, escreve que o agressor "esvaziou sua arma contra os manifestantes instalados desde o início de abril em um acampamento perto da prisão onde está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva". Cerca de 20 tiros foram registrados, destaca a matéria. 

"No momento de atirar, o homem teria gritado 'Bolsonaro', nome do deputado de extrema-direita, pré-candidato à eleição presidencial de outubro e fervoso opositor de Lula", reitera o texto. Le Monde destaca que um vídeo do atirador, que fugiu depois da agressão, foi registrado pelas câmeras de segurança e viralizou na noite de sábado. 

O jornal indica que duas pessoas foram feridas no ataque. "Uma delas, Jefferson Lima de Menezes, de 38 anos, foi atingido na nuca e está internado em estado grave." A outra ferida, diz Le Monde, é Marcia Koakoski, de 42 anos, teria sido atingida por estilhaços de bala, mas não corre risco de vida.

Para PT, foi atentado

O site do jornal 20 Minutes destaca que o PT classificou o incidente como um atentado. O texto também reproduz o comunicado do partido, divulgado após o incidente, no qual indica que várias balas foram encontradas no acampamento, mostrando que o agressor atirou diversas vezes. 

O site da rádio Europe 1 destaca que o local que foi alvo do ataque é ocupado por militantes pró-Lula. "Partidários deste ícone da esquerda e dirigentes do PT acampam a alguns metros da sede da Polícia Federal, onde o ex-presidente está preso", completa. 

Europe 1 também lembra que o ex-presidente lidera todas as pesquisas de intenção de voto para as eleições de outubro. Condenado no caso do tríplex do Guarujá, Lula "afirma ser vítima de um processo político destinado a impedi-lo de tentar um terceiro mandato", conclui a matéria. 

Por RFI

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.