Suspeito revela localização do corpo da jovem desaparecida em Lapão


A jovem Rafaela Gomes de Souza, de 27 anos, que estava desaparecida há seis dias da comunidade de Vila Castro, em Lapão, na região de Irecê, foi assassinada e teve o corpo enterrado no município de Presidente Dutra. A mãe dela contou que a jovem desapareceu após receber uma ligação, na noite do dia 21, última quinta-feira. Segundo a Polícia Civil, o suspeito de ser o mandante do crime é um fisioterapeuta identificado como Alfredo Victor Oliveira Mattos, que trabalha no hospital de Lapão. Alfredo e Rafaela mantinham uma relação extraconjugal, conforme apurou a polícia, e ela estava grávida dele.

A prisão preventiva do fisioterapeuta foi decretada nesta quarta-feira (27). Ainda segundo a polícia, Alfredo Victor, que é casado, teria contratado o porteiro do hospital de Lapão, identificado como Erito Dias, o ‘Rato’, para assassinar Rafaela e esconder o corpo em Presidente Dutra. ‘Rato’ também teve prisão preventiva decretada. Alfredo teria confessado o crime à Polícia Civil durante um interrogatório na noite da última segunda-feira (26).

Ele chegou a dizer à polícia que Rafaela havia sido sequestrada, porém, após ser confrontado por evidências, confessou ser o mandante do crime e apontou Erito como autor. Os investigadores acreditam que o fisioterapeuta teve participação direta no crime, atraindo a vítima para seu algoz. Peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Irecê se deslocaram para o município de Presidente Dutra, onde localizaram o corpo de Rafaela.

Jornal da Chapada / Informações do Jacobina Notícias