Header Ads

Acusado de matar gêmeo por engano no município de Jacobina é preso em Ourolândia


O homem conhecido por Som, de 49 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (19) dentro de sua residência, localizada no Loteamento Treze de Junho, na cidade de Ourolândia, região de Jacobina. Conforme informações da 24ª Companhia Independente da Polícia Militar (24ª CIPM), policiais lotados no 5º Pelotão em Ourolândia, cumpriram um mandado de prisão que estava em aberto contra o acusado, expedido pela justiça em Jacobina.

Som é acusado de ter assassinado um jovem conhecido por Gil no distrito de Lages do Batata, município de Jacobina, na tarde do dia 27 de janeiro de 2019. Segundo relatos de moradores, Som ficou enfurecido depois de uma discussão banal que a filha dele teve com um jovem conhecido por Branco, irmão gêmeo de Gil. De posse de um revolver, Som saiu em busca do rapaz para matá-lo.

Enquanto procurava pelo jovem que discutiu com sua filha, encontrou o irmão gêmeo dele, Gil, em um bar com amigos. Foi então que Som abriu fogo contra o rapaz inocente, disparando a arma pelo menos três vezes contra ele, até ceifar-lhe a vida. Após o crime, o suspeito fugiu do local e não foi encontrado.

A morte prematura do rapaz inocente causou muita comoção e revolta em toda a região. Ao ver Gil morto, seu irmão gêmeo entrou em desespero e o abraçou no local onde acabara de ser assassinado. A imagem chocou toda a região de Jacobina.


Nesta terça-feira, no momento de sua prisão, quando os policiais da 24ª CIPM questionaram se ele possuía arma de fogo, o acusado confirmou que tinha um revolver calibre 38, que estava sobre a sua cama. A arma foi encontrada com 6 cartuchos intactos, pronta para ser usada novamente. Som foi conduzido para a sede da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin Jacobina), juntamente com a arma encontrada sob sua posse. Ele permanece preso, à disposição da justiça.

Redação Jacobina Notícias